Heróis esquecidos

Este Verão tem sido catastrófico em termos de área ardida e de pouco vale comparar-se este ano “muito mau” com outros “horríveis” para se tentar forçar uma conclusão positiva e falaciosa – 73% da área ardida na UE é portuguesa.

Os bombeiros têm sido, justamente, homenageados pelos órgãos de comunicação social, populações e responsáveis políticos. Há, contudo, outros heróis que têm estado empenhados até ao limite no combate a esta tragédia e que têm sido esquecidos, que não têm sido alvo da visibilidade e do reconhecimento de que são merecedores.

Refiro-me aos homens da GNR, aos patrulheiros, activos intervenientes na garantia da segurança e do bem-estar das populações que têm estado no âmago do perigo. Estes profissionais, com uma disponibilidade por vezes desafiadora das suas próprias capacidades físicas e ultrapassando as meras competências policiais a que estão dedicados, têm assumido as mais diversas valências no apoio às populações ameaçadas, assumindo atitudes verdadeiramente heróicas, sem que os diversos responsáveis o reconheçam.

Os patrulheiros mereciam, da parte do MAI, a devida valorização – são estes que, permanentemente, se expõem ao risco, sob condições de serviço deploráveis e sem horário de trabalho; são estes a verdadeira alma da GNR.

Fonte: CM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s