Exemplo de bombeira que morreu deve incentivar à condenação

O ministro da Administração Interna afirmou hoje, no funeral da bombeira Cristiana Josefa Santos, que o exemplo dessa «heroína e mártir»

deve incentivar a que se condenem todos os actos criminosos que põem em causa a floresta

«A Cristiana foi uma heroína e uma mártir, que deu público testemunho do lema dos bombeiros, que é ‘vida por vida’», declarou Rui Pereira, à saída do cemitério de Fiães, em Santa Maria da Feira.

«A sua memória deve ser respeitada por todos nós», continuou, «no sentido de tomarmos o seu testemunho, continuarmos este combate e condenarmos vivamente todos os actos criminosos – sejam intencionais ou negligentes – que ponham em causa a floresta, pessoas e bens».

Rui Pereira elogiava assim «a generosidade» da jovem de 21 anos que, ao serviço dos Bombeiros Voluntários de Lourosa, corporação do concelho da Feira, morreu carbonizada esta terça-feira no combate a um incêndio em Monte Meda, na freguesia da Lomba, em Gondomar.

«Ela dedicou-se como voluntária a uma causa humanitária e empenhou-se no combate aos fogos florestais, um flagelo que preocupa o nosso país», observou o ministro.

«[Fê-lo] em defesa de pessoas e bens, em defesa da floresta – que é um bem ecológico, comunitário e económico da maior importância – e deu a sua própria vida nesse combate», enalteceu.

Fonte: Sol/Lusa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s